Associação Brasileira de Angus RS - Porto Alegre

Angus: a raça completa que produz carne nobre, reconhecida internacionalmente

O Angus é uma raça taurina completa que surgiu na Escócia em 1835 e a sua denominação vem dos condados onde se desenvolveu. Chegou ao Brasil em 1906, no estado do Rio Grande do Sul, e encontra-se totalmente consolidada na pecuária nacional. Rompeu as fronteiras gaúchas para se tornar a mais utilizada em cruzamentos industriais com matrizes zebuínas, intitulados de “casamento perfeito”.
A raça possui uma série de características que agrega valor à pecuária moderna e de ciclo curto, garantindo ao pecuarista um excelente resultado produtivo e econômico.

Segundo a Associação Brasileira de Inseminação Artificial (Asbia), o Brasil vendeu quase 5 milhões de doses de sêmen Angus em 2018. O crescimento de 28,3% em comparação com 2017, equivale a mais da metade do sêmen de corte comercializado pelas empresas de genética animal no país.

Os animais Angus dão origem a uma carne macia, suculenta e saborosa. Apresentam um excelente grau de deposição de gordura subcutânea nas carcaças, ou também chamado grau de acabamento, além da capacidade de deposição de marmoreio (gordura intramuscular). Consequentemente, sua carne é considerada por muitos a melhor do mundo. É uma raça precoce, fértil, com grande habilidade materna e maior ganho de peso. Qualidades que permitem o abate de animais jovens, pesados e bem acabados, o que confere uma qualidade diferenciada à carne.

Uma das principais iniciativas da Associação Brasileira de Angus, em parceria com a indústria frigorífica, é o Programa Carne Angus Certificada, criado em 2003 e considerado o maior do gênero em toda a América Latina e o segundo no mundo. Mais de 3,3 milhões de cabeças já foram avaliadas e cerca de 6 mil produtores participam do programa, que cumpram com, no mínimo, 50% de sangue Angus, abatidos jovens e dentro das rígidas especificações de qualidade e acabamento de carcaça.

O número de bezerros com genética Angus hoje no Brasil supera os 3,5 milhões/ano. Os terneiros valem mais que o bezerro comum, resultado da certificação de todo o processo de produção.
Além do Programa Carne Angus Certificada, iniciativas para valorização da raça como o Circuito Touro Angus Registrado, vem contribuindo para que os criadores possam alcançar o máximo de rentabilidade na produção.

Com pelagens preta e vermelha, o Angus é criado em quase todo o mundo, com destaque para os principais produtores de carne: Argentina, Austrália, Estados Unidos, Canadá, Europa e Nova Zelândia. Na intenção de estreitar as relações internacionais, as lideranças do mercado estão sempre marcando presença em feiras agropecuárias e eventos internacionais do setor.
A Associação Brasileira de Angus foi criada em setembro de 1963 e está sediada em Porto Alegre (RS).

Mais informações: https://angus.org.br/
(51) 33289122

 

+ Veja mais